08 fevereiro 2006

Tranquilidade


Ontem, deliciei-me com um passeio pela margem esquerda do Douro e continuo sem perceber, eu que nasci numa aldeia situada junto de uma das margens, o porquê do divórcio que existe entre a população e o rio. Será pelo medo que o aspecto agreste provoca? É estranho, mas não deixa de ser lindo e grandioso. A imagem, tirada de longe, dá ideia da tranquilidade que pode gerar um fim de tarde como o de ontem nas margens do Douro. Lindo!

4 comentários:

Anónimo disse...

«Apito Dourado»: Pinto da Costa investigado em Lisboa

O procurador do Tribunal de Gondomar, Carlos Teixeira, quer que o presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, arguido no processo «Apito Dourado», seja investigado em Lisboa por suspeita de crimes de corrupção passiva para acto ilícito e falsificação de documentos, quer como autor, quer como cúmplice.


A notícia é avançada na edição desta quinta-feira do jornal Correio da Manhã, que refere ainda que em causa estão alegados crimes relacionados com a nomeação, escolha e classificação dos árbitos de futebol, na época 2003/2004.

Segundo o jornal, uma das cerca de cinco dezenas de certidões extraídas por Carlos Teixeira do processo «Apito Dourado» dirigidas ao Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, aponta o presidente do FC Porto como tendo algo a ver com vários tipos de situações, como subidas, descidas e manutenção de árbitros, na classificação elaborada pela Comissão de Arbitragem da FPF.

No entanto, o nome de Pinto da Costa também aparece nas mais de duas dezenas de certidões dirigidas ao DIAP do Porto, com o procurador do Tribunal de Gondomar a pedir ao colega do Porto que passe a pente fino o interrogatório a que o líder portista foi submetido pela juíza de instrução criminal Ana Cláudia Nogueira.

09-02-2006 9:00:15

Fernando Rogério disse...

e?

joelbakunine disse...

Olhá Bola!!! Olhá Bola!!! o que disse o anónimo? Olhá Bola!!! Olhá Bola!!!

trazmumbalde disse...

Que pastilhas é que o anónimo andou a tomar?