03 março 2008

Olhares

Fonte Marquês, Rui Guimarães

3 comentários:

Hugo disse...

fui baptizado nessa igreja, passei a minha infância nesse jardim, a jogar à bola com os amigos e com os bancos, que então existiam, a servir de balizas. há quase 25 anos...

crescer só me trouxe desilusões. O mundo dos adultos é uma desilusão.

Fernando Rogério disse...

Hugo
As desilusões ultrapassam-se e o mundo constrói-se todos os dias. Se não gostas do que vês - e creio que tens razões para isso -, trata de fazer o que for necessário para mudar. Carpir mágoas é a pior das decisões...

Hugo disse...

Caro Fernando, claro que mudei, avancei para outra, cresci, saí.

No entanto, quando se olha para trás, de tudo o que se deixou no passado, fica a mágoa.

a mágoa de já não sermos inocentes, crianças, a quem tudo é permitido e perdoado; onde o mundo é feito das cores do arco iris e não há lugar para a maldade, a inveja, a desonestidade, a arrogância e a mesquinhês.

Agora construo o meu mundo noutro lugar, que não o meu Porto (da minha infância!)
Contingências da vida...

abraço